CRAS Botujuru tem palestras em combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes

16 Mai 2018

O Centro de Referência e Assistência Social do Botujuru (CRAS) recebeu duas palestras sobre o combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, na manhã e tarde desta quarta-feira (16), em promoção ao dia 18 de maio que é o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso Sexual Infantil. Os encontros proporcionaram a discussão acerca da temática e conscientização dos presentes.

Para a gerente do CRAS Botujuru, Angela Silva, as palestras são fundamentais na disseminação de informações. "Muitas pessoas passam por situações assim, ou até conhecem algum caso, mas não sabem o que fazer. Quando abrimos o diálogo sobre a temática orientamos os participantes a como denunciar o crime", disse.

Para falar sobre a temática foi convidado o aluno de psicologia da UNIP, Clédson Araújo. "Vocês estão aqui hoje para nos ajudar nesta missão e divulgar o disque 100, que recebe denúncias anonimamente sobre os casos de abuso. Não podemos nos calar diante dessas situações".

Durante a atividade o gerente do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), Dário Barros, declamou um poema de Solano Trindade. Ao fim da palestra, o professor de música do CRAS Botujuru,  Fábio Dias, cantou a canção "Pra não dizer que não falei das flores", de Geraldo Vandré.

O idoso morador do Botujuru, Edilson da Silva, se interessou na palestra e disse querer colaborar. "Temos que espalhar essas informações para que nós possamos proteger nossas crianças", afirmou.

O Chefe de Divisão de Proteção Básica e Especial, Fabiano da Silva, acompanhou as palestras.  

Na sexta-feira (18), haverá panfletagem acerca do tema no CRAS Botujuru. 


Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário