'Oficina de Bonecões' visa à valorização da Cultura Popular

11 Jan 2018

A Prefeitura de Campo Limpo Paulista iniciou uma oficina de confecção de bonecões carnavalescos, por meio do Departamento de Cultura, para os artesãos e membros dos blocos da cidade, na segunda-feira (08), no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) São José. A oficina segue até sexta-feira (12).

A iniciativa inédita no município visa reforçar a participação de culturas populares no Carnaval 2018, que acontecerá entre os dias 10, 11 e 12 de fevereiro, nas mediações do Teatro de Arena. "O Carnaval 2018 será mais que uma festa. Teremos a participação dos bonecões consagrados como tradição popular brasileira, em que a confecção dos personagens retrata as características da história do município", disse o prefeito Dr. Japim Andrade.

A diretora de Cultura, Dedé Lenk, explica que a confecção será ecologicamente correta, lúdica e trará à tona a memória da história ferroviária de Campo Limpo Paulista. "Teremos dois grandes personagens construídos. Será um casal: no qual a mulher foi batizada de Maria-Fumaça e o homem de Tião do Trem".

Para Lenk, a ação vai tornar os aprendizes de hoje em futuros mestres campolimpenses na arte dos bonecões. "Buscamos referência no município de Caçapava, onde os bonecões são parte consagrada do Carnaval. Desde 2017, já visitamos outros municípios, como Atibaia e Catanduva, que têm a arte como diferencial nos dias de folia para desencadearmos o interesse dos nossos cidadãos", conta a diretora de Cultua.

Como responsável pelo ensino da arte dos bonecões, a Prefeitura convidou a artista plástica de Caçapava, Ana Salles, que trouxe sua vasta experiência na confecção dos bonecões articulados e não articulados para Campo Limpo Paulista.



Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário