Projetos da Secretaria de Obras atendem população com melhorias em 2017

22 Dez 2017

A Secretaria de Obras e Planejamento executou e ampliou projetos no primeiro ano de gestão dr. Japim Andrade. Algumas obras de destaque foram: a entrega da EMEI Monteiro Lobato, retomada das casas da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), revitalização do cemitério Bosque da Saudade e a finalização de processos licitatórios para recapeamento de vias, tais como, a avenida Adherbal da Costa Moreira e Emancipadores, além de drenagem e recapeamento das ruas Guatemala e Groelândia no Jardim América.

O prefeito dr. Japim Andrade enfatizou alguns projetos pontuais em que a secretaria de Obras e Planejamento se empenhou no decorrer de 2017. "Entregamos a EMEI Monteiro Lobato em fevereiro e ela já atende mais de 250 crianças da rede municipal. Foi uma obra em tempo recorde, além das readequações do antigo hospital Nossa Senhora do Rosário para receber a secretaria de Educação, e do prédio do Fundo Social", pontuou o chefe do Executivo.

De acordo com a secretária de Obras e Planejamento, Márcia Andrade, o departamento conquistou outros feitos de destaque. "Nós chegamos a quase 50% das obras de drenagem e pavimentação nas ruas Guatemala e Groelândia no Jardim América. Também, revitalizamos o cemitério com pintura, capinagem e regularização da documentação de funcionamento que há anos não era atualizada", destacou Márcia.

Além disso, as obras da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) foram retomadas na rua Domingos Maioli, na região do bairro Colina do Pontal, que devem entregar 127 casas populares até dezembro de 2018. A gestão dr. Japim Andrade também viabilizou a cessão de 723 apartamentos populares, do programa federal Minha Casa, Minha Vida para a região do Botujuru, com obras previstas para o próximo ano.

Outra conquista para este ano foi a agilidade na liberação de projetos de obras particulares no prazo de 90 dias. Nas gestões anteriores esse processo era realizado no período de seis meses.

A estrutura do Viveiro Municipal também ganhou revitalização durante 2017. Os pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) desenvolveram atividades no local para o cultivo de mudas, o que resultou em uma parceria de sucesso com a Secretaria de Saúde. Ainda, o projeto piloto de uma horta orgânica na Escola EMEF Vereador José Poli de Oliveira Dorta aliou alunos, professores e o Departamento de Meio Ambiente para levar a conscientização de uma boa alimentação até as crianças.



Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário