Javascript Incompatível ⇑ topo

Notícias > APAE busca arrecadações para manter atividades

A nova direção da Associação de Pais Excepcionais de Campo Limpo Paulista (APAE) está empenhada em desenvolver ações para contenção de gastos e arrecadação de verba para quitar a dívida herdada da administração passada que é de R$ 161,5 mil.

A atual equipe, composta pelo presidente Marco Antônio Musse, pela diretora geral, Patrícia Freitas e pelo tesoureiro, Francisco Carvalho está adotando algumas meditas parar cortar, de forma emergencial, os custos. “Alguns funcionários, infelizmente, foram demitidos e estamos fazendo mais com menos. Além de centralizarmos a telefonia da casa em apenas uma operadora, ampliamos as aulas pagas voltadas aos munícipes e participamos de feiras para maior arrecadação”, destacou.

Dividida em três ambientes, o ambulatório, a oficina dos autistas e a escola, a APAE atende 600 alunos do município em dois períodos: manhã e tarde. Atividades esportivas como taekwondo e aulas de educação física fazem parte da rotina dos alunos. Artesanato, oficina de teatro, hidroginástica, natação, assistência social, terapia ocupacional e fisioterapia, também são aplicados na localidade.  

A aluna Letícia Santos de Lima, de 26 anos, praticante do taekwondo, se diz feliz em participar da atividade. “Eu gosto muito. Sei vários movimentos, quer ver?”, contou sorridente, vestida em seu quimono. Leandro Fortunato, de 19 anos, revelou suas práticas além da arte marcial. “Eu faço aula profissionalizante com a professora Vera”, disse.

A APAE com intuito de incluir seu aluno na sociedade como um todo, aplica aulas profissionalizantes capacitando o educando a trabalhar e se locomover na cidade sozinho. “Aqui, nós fazemos encadernação, mas já levamos alguns alunos para os Correios a fim de fazerem postagens, caminhamos com eles pela cidade e os ensinamos as regras do passeio urbano. Tudo para permitir que adentrem o mercado de trabalho o mais breve possível”, contou a pedagoga especialista em Educação Especial, Vera Bizeto.

 
Como ajudar

Para contribuir e manter a entidade funcionando plenamente, basta entrar em contato por meio da Central de Doações, nos telefones: (11) 4039-5708, 4039-1115, 4812-3083 e 4812-3044. Também é possível ajudar com depósitos bancários pelo Santander, agência 3178, conta corrente 130037252.

Contudo, há meios alternativos para amparar a instituição. Atualmente, a APAE busca parcerias com empresas que possam se vincular ao órgão e ajudar financeiramente ou com doações de produtos sejam eles higiênicos, alimentícios ou de outra natureza útil.

Além disso, o processo de apadrinhamento dos alunos está a todo vapor. Segundo o presidente Musse, a intenção é que as pessoas colaborem em prol de seus assistidos. “Talvez o futuro padrinho possa ajudar apenas uma criança, mas ele mesmo convence um amigo e outro a também ajudarem. Assim, criamos uma rede de assistência para nossos alunos”, pontuou. 

Para ser um padrinho, basta entrar em contato com a instituição ou comparecer à recepção da APAE.

Ainda, a população que procura por aulas de hidroginástica, natação e zumba, encontra na APAE todas estas atividades a custo acessível. Para saber mais, telefone (11) 4039 – 1551.


Evento beneficente

No dia 24 de março, às 20h, no Espaço Paraíso, a APAE promove uma festa com show sertanejo da dupla “Mariano e Adriano”. Os tickets serão vendidos pessoalmente na instituição ou pelo telefone (11) 4039-5708, por R$25, 00.

 

Voluntariado

A diretora Geral, Patrícia Freitas, busca por voluntários nas áreas de publicidade, eventos, cozinha e telemarketing. A instituição fornece o certificado de horas complementares aos interessados.

Para participar é necessário comparecer a APAE Campo Limpo Paulista, na rua Estados Unidos, nº 62, Jardim América. Mais informações são repassadas pela diretoria local.



Compartilhe

Confira outras Noticias
Copyright © Prefeitura - 2013 - 2017 - Todos os direitos reservados.