Acessibilidade

Um sonho real: de merendeira à professora na EMEF Caminho da Conquista

10 Fev 2020

A moradora do São José 2, Janete Barbosa, 39 anos, começa o ano letivo de 2020 lecionando pela primeira vez na EMEF Caminho para a Conquista, no São José. Mas essa história de amor pela educação começou há alguns anos.

Em 2013, Janete prestou um concurso público da prefeitura para trabalhar como merendeira. Ela foi convocada e começou a trabalhar na EMEF Caminho para a Conquista. Depois de algum tempo acompanhando de perto o trabalho feito pelos professores, Janete começou a olhar para a educação de uma maneira diferente. "Minha profissão me fez despertar o interesse em aprender outra".

Foi com esse pensamento que ela ingressou na Faculdade para cursar pedagogia. Os três anos de estudo foram difíceis, mas ela relata que todas as funcionárias da escola a incentivaram e ajudaram nesse momento tão importante. "Fiz trabalhos de faculdade com a ajuda delas".

Após o término da graduação em 2017, Janete passou em um concurso público em Cajamar e precisou abrir mão de seu trabalho como merendeira. Sua carreira começava a dar os primeiros passos ali. No final de 2019, veio a grande realização profissional. Janete prestou e passou no concurso público municipal, e foi selecionada para trabalhar na rede de ensino. A escola onde ela vai lecionar para duas turmas do Fundamental I é a mesma onde ela servia a merenda do recreio.

Além de tudo isso, Janete mora no São José 2 há 17 anos. O sentimento de ensinar na mesma escola onde suas filhas estudaram e no bairro onde mora é incrível para a professora. "Eu me sinto realizada por estar aqui novamente. É uma vitória muito grande para mim, pois entrei na faculdade com 33 anos. Mesmo com a idade avançada, nunca é tarde para viver seu sonho". - comemora Janete.

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário